O que é uma Brigada de Incêndio, como funciona e descubra se sua empresa precisa de uma

Os ambientes laborais devem ter seus cuidados redobrados quanto à proteção contra incêndio. Isso se deve a muitos fatores: uso de maquinário, segurança dos funcionários e alta circulação de pessoas. 
Dessa maneira, recorrer a itens de segurança contra incêndio é algo previsto nas normas e sem os quais, o alvará de funcionamento não é expedido. 
Com o passar do tempo, os sistemas de proteção contra fogo puderam ser aprimorados, garantindo uma performance melhor e evitando que as chamas se espalhem.
No entanto, tais sistemas, por melhor e mais moderno que sejam, certamente têm um desempenho melhor quando a mão de obra humana é adotada.
Nesse sentido, as brigadas de incêndio atuam evitando que o fogo se alastre, promovendo a redução de danos e, sobretudo, garantindo a segurança das pessoas. Saiba mais sobre isso neste artigo.


O Que é Uma Brigada de Incêndio?
Brigada de incêndio é identificada como um conjunto de pessoas, voluntários ou não, que se organizam formando um grupo que receberá treinamentos e suportes necessários para atuar adequadamente em casos de incêndio, dentro de uma área preestabelecida.
Dessa maneira, caberá a essa brigada prestar os primeiros socorros e atuar de forma a combater princípios de incêndios, mediante treinamentos feitos com profissionais técnicos qualificados para isso.

Formação da Brigada de Incêndio
Durante a formação da brigada, deve-se estabelecer uma hierarquia que irá estipular o papel de cada pessoa no grupo.
Os brigadistas são as pessoas que receberão treinamentos para atuarem, efetivamente, nos casos de incêndio ou hipótese de fogo. No grupo de brigadistas deverá haver um líder, que comandará a operação em determinado setor.
Hierarquicamente, acima do líder há o chefe, que, por sua vez, é responsável por coordenar os brigadistas em uma edificação.
Já o coordenador geral é a patente mais alta e todos os outros se reportam a ele, já que essa pessoa deverá estipular o que será feito em plantas complexas ou locais com mais de uma edificação.

Minha Empresa é Obrigada a Ter Brigada de Incêndio?
Todas as edificações correm, em menor ou maior grau, riscos de inúmeras naturezas. Com o incêndio não é diferente. Agravantes como fiação antiga e maquinário com possíveis curtos circuitos são apenas algumas situações que podem pôr até mesmo os ambientes mais pacatos em risco.
Dessa maneira, a Norma Regulamentadora NPT 17, estipula que as empresas que possuem mais de 20 funcionários são obrigadas a ter uma brigada de incêndio.
No entanto, essa norma não estipula quantas pessoas devem compor o grupo. Sendo assim, para determinar e formar uma brigada, é preciso recorrer às normas regionais ou estaduais.

Aonde Conseguir Treinamento Para Brigadas de Incêndio?
Para que uma pessoa se torne um membro da brigada de incêndio, há um treinamento específico que conta com simulações a serem enfrentadas pelos voluntários a fim de compreender a dinâmica do grupo em uma situação real de incêndio.
Para que uma pessoa possa se candidatar a um posto na brigada, deve obedecer a alguns critérios, como ter boa condição física, preferencialmente ter experiência anterior como brigadista, contar com boa saúde e disposição e conhecer adequadamente as instalações e a estrutura do local.
Além disso, dá-se preferência aos profissionais que trabalham com a parte elétrica, hidráulica ou manutenção de maneira geral. O candidato também deve ser alfabetizado.
Após selecionados os funcionários que cumprem tais requisitos, eles se submetem ao treinamento adequado para que saibam como se comportar nos casos de incêndio e consigam preservar a vida dos demais.
A Bianchi Engenharia Contra Incêndio – oferece esse treinamento, submetendo os profissionais a situações que exigem seu comprometimento e garantindo que desempenhem a melhor performance possível a fim de evitar ou conter situações de incêndio.